domingo, 29 de janeiro de 2012

[Blog do Guarda Municipal de Tubarão] Mais segurança para a população;Guarda municipal de São José ganha novas viaturas.



Corporação recebeu treze veículos e espera por coletes a prova de balas e armamento.
Mais eficiência. Este é o objetivo da conclusão da primeira etapa do projeto da Secretaria de Segurança, Defesa Social e Trânsito de São José, que ontem entregou 13 veículos, sendo 12 carros e um micro-ônibus, à Guarda Municipal. A renovação e ampliação da frota não param por aí. No mês de fevereiro, a corporação receberá mais cinco caminhonetes e 150 coletes balísticos.
Conforme o comandante da Guarda Municipal de São José, Jeferson Lima, o incremento é de 100%, além da resposta rápida às solicitações e abrangência em todo o território. “Tínhamos seis carros, agora teremos 12, mais o micro-ônibus e as caminhonetes”, explica. De acordo com ele, os veículos são equipados com rádio comunicador, sirene e iluminação de emergência. O secretário Sanderson de Jesus destaca que os novos veículos são sinais de menos problemas, redução nos gastos de carros que esperam conserto, economia e mais pessoal trabalhando nas ruas. O convênio para renovação da frota, equipamentos e cursos de capacitação é de aproximadamente R$ 1,2 milhão.
Para o comandante do 7º Batalhão da Polícia Militar de São José, Romualdo Weiss, as viaturas representam mobilidade. “A PM e a Guarda Municipal precisam de bons equipamentos para atender as ocorrências rapidamente”, ressalta. Weiss anuncia que nos próximos dias o órgão receberá de 10 a 15 novas viaturas para a troca da frota.
Armamento para os 136 agentes pode chegar este ano;
Diferente da Guarda Municipal de Florianópolis, a corporação josefense não é armada. De acordo com o comandante Jeferson Lima, o projeto para armar os 136 agentes está pronto e já foi enviado à Polícia Federal e ao Ministério do Exército, que precisam aprovar a solicitação. “A Câmara de Vereadores também já recebeu o projeto de criação da corregedoria exigido e aguardamos”, observa.
Lima comenta que o recurso para adquirir as 150 armas calibre 380, as quatro espingardas calibre 12 e as munições, previstas no projeto, está assegurado. “Depois do edital lançado e concluído, adquirimos as armas compradas e começamos o treinamento, que será ministrado pela PRF (Polícia Rodoviária Federal)”.
Fonte:JornalND

Nenhum comentário:

Postar um comentário