quarta-feira, 15 de junho de 2011

Guarda Municipal se torna realidade em Bom Conselho

GCM Marcos Raimundo: "Não podemos abrir mão da qualidade do material, esta foi uma das questões que defendemos na Assembléia Geral, porque as vezes o barato sai caro", comentou o colega que fez parte da comissão.

Everaldo Tenório (Tesoureiro) e Felipe Ferraz (Presidente), da AGMBC-PE, fizeram parte da Comissão que avaliou e aprovou a aquisição do novo fardamento da Guarda Municipal

GCM Tenório e Ilton Beserra, Chefe GCM, ao fundo modelo do novo fardamento adquirido para os servidores da Guarda

Franklin, Diretor de Compras, Amaury, da Loja Tropas Artigos Militares de Garanhuns-PE e Ilton Beserra, Chefe GCM Bom Conselho-PE
Na manhã de hoje (15 de junho), uma comissão formada pelo Chefe em exercício, José Ilton Beserra, o Diretor de compras municipais, Franklin, acompanhados do Presidente da AGMBC-PE, Felipe Ferraz, do Tesoureiro, Everaldo Tenório e do Guarda Marcos Raimundo, dirigiram-se até a cidade de Garanhuns, com o objetivo de adquirir o fardamento padrão da Guarda Municipal, autorizados pela Secrertária de Administração, Sra. Giselma Carvalho. O fardamento padrão GM é formado por calça, gandola, coturno, cinto de passeio, cinto de guarnição, gorro e porta-tonfa, ficando os demais ítens, como equipamento de rádio e cacetetes para o processo de licitação, após a conclusão do curso de formação. Foi concluída com êxito a aquisição do fardamento, que após a tramitação legal da liberação de compra, deverá ser concluída num prazo de 30 dias, já as blusas e bonés que compõe o fardamento de apoio dos vigilantes contratados deverá ser entregue nos próximos quinze dias. Lembramos ainda, que a licitação dos cursos de capacitação da Guarda Municipal, ocorreu também na manhã de hoje, cuja tramitação aconteceu normalmente, comparecendo apenas uma empresa da cidade do Recife-PE, que deverá aguardar o prazo de homologação para iniciar os cursos. O representante da instituição, em conversa informal com membros da AGMBC-PE, informou que pretende nos próximos dias se reunir com a Prefeita, Secretária de Administração e membros da Guarda, para definir algumas questões referentes a grade dos cursos, locais e compatibilidade de horários, entre outros assuntos, para iniciar o processo, garantiu ainda que o município está adquirindo o que há de melhor no mercado, em se tratando da formação dos Guardas, pois trata-se da mesma empresa que cuida da formação dos nossos oficiais da PM de Pernambuco, pós-graduação, MBA e outros cursos do gênero. Com relação a atuação da Guarda no Forrobom 2011, ainda atuaremos com efetivo reduzido, contemplando somente a segurança da estrutura física do patrimônio, a população contará, como sempre, com o apoio da segurança particular de Bom Conselho, a GM e as polícias civil e militar. Acreditamos que, até o mês de setembro, a Guarda deverá estar atuando dentro dos padrões nacionais.

terça-feira, 14 de junho de 2011

GUARDA MUNICIPAL DE BOM CONSELHO FINALMENTE SAI DO PAPEL

A primeira grande vitória da categoria dos Guardas Municipais de Bom Conselho, teve início no dia 27 de fevereiro de 2011, quando nos unimos e criamos a Associação dos Guardas Municipais de Bom Conselho - AGMBC-PE, lembramos esta data, pois foi a partir daí que começou uma série de conquistas que vem se concretizando a cada dia. No início, como todo começo, sentimos a descrença de alguns, e até o descaso de uns poucos, porém, continuamos, a maioria estava unida e focada nos mesmos objetivos, tivemos o apoio fundamental de alguns companheiros, cuja presença e apoio foram marcantes, Ver. Gilmar Aleixo, Ver. Carlos Aberto, Professora Valda do Sindicato, Joãozinho Belo (in memoriam)... Assim, partimos para a luta, em busca do que há tantos anos (desde 2004, para ser mais preciso) estávamos buscando, o cumprimento da Lei de criação da nossa Guarda Municipal. No dia 27 de maio de 2011, por volta das 15h30m, na Câmara de Vereadores, contando com a maioria absoluta dos guardas, concretizamos mais uma vitória. Não foi necessário a greve acontecer, apenas a presença massiva, os objetivos concretos, a firmeza de decisões e, principalmente, a união de todos, foi suficiente para mostrar que nossas reivindicações são justas e legítimas, mostramos que nossa luta, contrariando o pensamento mesquinho de uns poucos, não é político-partidária, e sim social. A Prefeita Judith Alapenha, com suas palavras, deixou claro que não seria necessário chegar ao estado de greve, que a criação da Guarda Municipal faz parte do seu projeto de governo e que, juntos vamos encontrar a solução pacífica e tirar do papel a Guarda Municipal, incumbindo o Procurador-geral do Município, Dr. Luciclaúdio, de tomar as medidas cabíveis para iniciar a regulamentação da nossa Guarda. Vamos aos fatos: A partir deste mês (junho/2011), deixamos de ser vigilantes, somos de fato e de direito, conforme consta nos anais municipais das Leis 1.313/2004 e 1.491/2010, a Guarda Municipal de Bom Conselho - PE; reivindicamos, além dos ítens constantes no processo de licitações (equipamentos de serviço, comunicação, viaturas, etc.), a criação de uma comissão mista, para criar o pccv dos guardas, onde deixaremos definitivamente de ser reféns das brechas administrativas que sempre prejudicaram o desempenho das nossas funções, direitos e obrigações, para cumprir um regime próprio, indepente dos caprichos dos nossos futuros gestores, como aconteceu no passado (lembrando que, as antigas brechas encontradas só tratavam de obrigações e punições, direito: só de ficar calado). Obrigado, sinceramente, Prefeita Judith, a vitória é de todos, sua, enquanto gestora, dos servidores e da população, esperamos que V. Exª. continue sempre se pautando por estes princípios, pois não queremos mais regredir administrativamente, que cumpra com aquilo que nos prometeu, e aos demais servidores públicos, deixamos o exemplo que a maior arma é a união, como bem tem mostrado a Companheira Valda, do Sintemub, com suas conquistas para os professores. Enquanto o pccv não for instituido, já estamos articulando com o Procurador do Município, a criação da Lei que garante o percentual de risco de vida aos guardas (em média de 30 a 40% sobre os vencimentos), conquista esta, que estaremos brevemente divulgando em nosso blog. Mais uma vez, nosso obrigado a cada um, que direta ou indiretamente, contribuiu para que tudo isto pudesse acontecer, aos que caminharam juntos e até aos que criticaram, pois foram suas críticas (às vezes perversas) que nos estimularam a continuar. Enfim, mais uma vez afirmamos, este é apenas o ínicio das muitas conquistas que juntos, vamos conseguir. 
Comissão de Negociação da esq. p/ dir: Everaldo Tenório, Wladimir Cavalcante, Francisco Costa (Reury), Aderval Tenório, Marinaldo Albuquerque, Celso Costa, Felipe Ferraz (Presidente da AGMBC-PE) com a Secretária de Administração Giselma Carvalho

Comissão da AGMBC-PE, com o Presidente da Camara de Veradores, Ver. Arlan Curvelo (da Barra) ao centro

Assembléia Geral da Categoria em 27/05/2011 - momento de oração e agradecimento a Deus

Assembléia Geral teve adesão da maioria absoluta da categoria

Profª. Edivalda Carvalho (Sintemub) ao lado do Presidente da AGMBC-PE, Felipe Ferraz, sua presença foi fundamental nas conquistas da categoria.

Dr. Luciclaudio (Procurador -Geral do Município), Prefeita Judith Alapenha (ao centro) e Giselma Carvalho (Sec. de Administração)

Felipe Ferraz - Presidente da AGMBC-PE: "Os nossos objetivos não são político´partidário, como alguns pensavam, são unicamente sociais, em prol da categoria, seus familiares e da população, a associação representa servidores, famílias, não bandeira de partido"
João Pedro da  Silva Filho (Joãzinho Belo) a ele dedicamos nossa vitória (in memoriam)

À memória de João Pedro da Silva Filho (Joãzinho Belo)

segunda-feira, 13 de junho de 2011

GUARDA CIVIL MUNICIPAL PROFISSÃO DE RISCO


Reflexão sobre a profissão: Guarda Municipal.


Dizem que o que procuramos é um sentido para a vida. Penso que o que procuramos são experiências que nos façam sentir que estamos vivos.”


( J.Campbell)



Aquele que opta por seguir a carreira de Guarda Municipal deveria receber, antes de ser admitido na Corporação, uma cartilha esclarecendo a realidade da profissão, as obrigações, as responsabilidades e os pouquíssimos direitos que irá ter logo após constatar que seu nome está dentre os aprovados em concurso público para o espinhoso cargo.

Estes esclarecimentos poderiam ser fornecidos ao aluno no curso de formação, desta forma dando-lhe a oportunidade de desistir antes de cuncluir o curso.

 O problema é estar consciente da dificuldade em cumprir o compromisso e agir desta forma o resto da vida. Será que algum jovem, quando resolve ser Guarda Municipal, tem noção de que está prestes a deixar de ser ele próprio para tornar-se o instrumento de proteção da sociedade?

Faz idéia de que a profissão de Guarda, é um sacerdócio no qual irá sacrificar sua vida pessoal, o acompanhamento do crescimento de seus filhos, as festas em família e terá muito mais dissabores e mágoas do que momentos felizes?

Será que alguém, em sã consciência, daria preferência a arriscar diariamente sua vida, a ficar noites acordado ouvindo e resolvendo problemas dos outros, molhado de chuva, com frio ou em um ambiente quente e malcheiroso?

E o pior, ganhando um salário muito aquém do merecido enquanto as pessoas que deveriam agradecer-lhe pelo desprendimento o condenam: "ganha muito, não faz nada, a não ser criticar.
O Guarda Municipal deve ter sempre em mente que o Guarda se obriga a agir dentre alguns parâmetros não exigidos para os demais seres comuns, a ser consciente de que cada ato seu reflete a imagem de toda a instituição. Precisa estar ciente que parte de seus 'irmãos de fardas' parecem, mas não são Guardas.

Estão na Guarda Municipal para se locupletarem, roubar, matar, prevaricar e protegerem-se atrás do distintivo, fazendo dos bons escudo, baluarte, dividindo com os honestos as críticas por seus atos corruptos. O Guarda Municipal de verdade deve perceber que não existe diferença entre o bandido comum e o bandido 'policial', e que ambos devem ser combatidos. Porém o bandido policial é mais difícil de vencer – ele é covarde, possui o respaldo de toda a instituição que erroneamente lhe dispensa 'o espírito de corpo', mesmo traindo os dogmas do ofício de policial.

Certo estava o marginal Lucio Flávio que, não obstante ser delinqüente sabia perfeitamente seu lugar quando declarou: "bandido é bandido, Polícia é Polícia". Como a água e o azeite, não se misturam. O distintivo, bonito ou não, de ferro ou de lata, pesa tanto quanto o coração do Guarda que o recebeu. É o símbolo da confiança que a sociedade depositou em um membro pertencente a ela própria. Como se fosse um casamento, de um lado o cidadão, de outro o Guarda – pra sempre, até a eternidade.

Um Guarda jamais abandona aqueles que se propôs a defender, quando o faz, é porque deixou de ser Guarda – podendo até continuar com o título, mas restou um capacho velho, digno do lixo. Ser Guarda Municipal não é estar nomeado, trazendo no bolso uma carteira, um emblema, uma algema. Ser Guarda não é ter definida uma função, exercer determinado cargo, estar na ativa. Ser Guarda é um estado de espírito, é um fogo imortal que aquece a alma e enternece o espírito.

É dar a vida pelo próximo sem se dar conta de que está indo para a morte, é chorar ao resgatar uma criança em perigo, é se controlar para não cometer crime quando prende um estuprador. Ser Guarda Municipal é largar tudo quando um colega pede ajuda, 'virar noite' e 'dobrar serviço' para prender um autor de crime, é suportar a frustração do caso não resolvido.

Ser Guarda é sofrer ao se ver obrigado prender um colega, mas também é não prevaricar quando foi este que optou "passar para o outro lado", quando deixou de ser Guarda e tornou-se bandido, quando desonrou o compromisso, quando traiu a própria classe. Assim, da próxima vez que tiver o impulso de falar mal dos Guardas Municipais em geral, ao ler uma notícia dando conta da existência de criminosos na corporação, considere: quantos bons, honestos e honrados estão trabalhando arduamente para que você, gratuitamente, os atinja como um todo, jogando-os na mesma vala negra daqueles poucos que não souberam ser Guardas de verdade?

Ainda há muito a ser realizado. Apesar de muitos problemas, há Esperança, Fé, Alegria, há o Amor, o Prazer em ser um GUARDA MUNICIPAL  Honrado e Honesto...

Deus sabe de tudo que nos é necessário para evoluir, antes mesmo de nós!

“Obrigado, Deus, por nos amar o suficiente e permitir que aconteça somente aquilo com que nós consigamos lidar, quando acontece.

Obrigado por Quem nos tornamos através de tudo que nos acontece.”

SEJAM FELIZES MEUS IRMÃOS E IRMÃS DE SANGUE AZUL!!!

QUE DEUS OS ACOMPANHE SEMPRE...

FORÇA e HONRA, Nunca desanimem e se sintam orgulhosos

de poderem fazer parte desta maravilhosa Instituição

Guardas Civis Municipais.

Pois: “O que fazemos em vida, ecoa na Eternidade”..

PREFEITO DE GOIÂNIA ANUNCIA 50 CASAS À GUARDA MUNICIPAL.



Terão direito às casas servidores inscritos no programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal.
O prefeito de Goiânia, Paulo Garcia, anunciou ontem à tarde a entrega de 50 casas populares construídas no Condomínio Jardins do Cerrado, região Oeste da capital, a uma parte da corporação da Guarda Municipal (GM) de Goiânia. Terão direito às casas servidores inscritos no programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal. O anúncio foi feito durante a solenidade de entrega das 180 pistolas taseres e mil spray de pimenta no 6° andar do Paço Municipal.
“Já beneficiamos vários servidores com as casas populares, agora é a vez da Guarda Municipal,” diz o prefeito. Além dos imóveis, Paulo solicitou ao presidente-comandante da GM, João Augusto, a elaboração de um projeto com a máxima urgência para a construção do quartel da corporação, na região norte de Goiânia. De acordo com o prefeito a meta é que o novo quartel seja entregue até ao próximo ano.
“Mais uma vez o prefeito Paulo Garcia surpreende de forma positiva nossa corporação, mostrando seu lado humanista e técnico,” pondera o comandante da GM, João Augusto. Além do prefeito de Goiânia, participaram da solenidade: o Deputado Federal, Mauro Rubem (PT); o secretário municipal da Defesa Social, Allen Viana; secretário municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico; Barbosa Neto, vereadores, entre outras autoridades.
Parabéns aos colegas beneficiados e ao Prefeito de Goiânia por sua iniciativa em favor de seus funcionários.

sexta-feira, 3 de junho de 2011

PROJETO DE LEI DO ADICIONAL DE RISCO DE VIDA E PCCV SERÃO OS PRÓXIMOS PASSOS DA AGMBC-PE


Artigo 1.º - Fica assegurado ao Guarda Municipal, quando no exercício de suas atribuições, a percepção de Adicional de Risco de Vida, em percentual de 40% (quarenta por cento), calculado sobre o padrão base de vencimento do cargo ocupado pelo Guarda Municipal.
Artigo 2.º - O Adicional Risco de Vida é devido ao Guarda Municipal que desempenha suas atribuições e esteja regularmente capacitado para a função.
§ 1º - O Adicional Risco de Vida se incorpora aos vencimentos dos Guardas Municipais em atividade, apra todos os efeitos legais.
§ 2º - O Adicional Risco de Vida será incorporado, na aposentadoria, aos proventos do servidor público municipal que o tenha percebido durante 05 (cinco) anos, consecutivos ou não.
§ 3º - O direito exposto no § 2º, do artigo 2º, desta Lei será extensivo aos Pensionistas.

Artigo 3.º - Não terá direito ao percebimento do Adicional Risco de Vida, o Guarda Municipal que for readaptado ou remanejado de função, a pedido, ou não estiver exercendo a função efetiva de Guarda Municipal, salvo por incapacidade física ou mental do Guarda Municipal, comprovada através de Laudo elaborado por Junta Médica do Município.
Artigo 4.º - As despesas decorrentes da execução da presente Lei correrão por conta de dotação orçamentária própria consignada no orçamento vigente, suplementada se necessário.


RISCO DE VIDA (PERICULOSIDADE) É DIREITO GARANTIDO PARA GUARDA MUNICIPAL

A Prefeitura de Italva, através do Prefeito Joelson Soares, concedeu à Guarda Municipal o adicional de periculosidade, no valor de 30% (trinta por cento).
Desde que assumiu o governo, em novembro de 2009, Joelson tem afirmado que o servidor público municipal é uma de suas prioridades. Depois de ajustar as contas da Prefeitura e colocar os salários em dia, o prefeito estabeleceu um calendário onde todas as datas foram fixadas para pagamento dos salários sempre antecipados, antes do vencimento de cada mês. Hoje, o servidor já sabe quando vai receber todos os salários do ano de 2011, inclusive o décimo terceiro.
Ainda no final de 2010, foi definido um reajuste de 7% para todos os funcionários, concursados e contratados, reajuste este maior que o do governo federal, que ainda nem havia aberto discussão sobre o assunto. Joelson afirmou que sua intenção é começar a recuperar as perdas salariais que os servidores tiveram ao longo dos anos e, embora não possa fazer isso de uma só vez, pretende recuperar aos poucos o poder de compra do salário do funcionalismo.
Foi com essa visão, de valorizar da melhor maneira possível todas as categorias dos servidores municipais, que o Prefeito Joelson Soares concedeu o adicional para os guardas. “A reivindicação era antiga e os governos anteriores não moveram um dedo para conceder este benefício aos nossos guardas. Mantendo o meu compromisso de valorizar o servidor, em todos os aspectos, procurei o mais rápido possível atender à reivindicação e só não fiz antes porque estava trabalhando incansavelmente para enxugar as contas da Prefeitura. Quando assumi, a situação era muito difícil, mas graças a Deus, hoje o quadro é outro e aquilo que pudermos fazer para prestigiar e valorizar o funcionalismo vamos fazer sempre”. – afirmou Joelson.
Este é apenas um, dentre tantos exemplos do cumprimento da Lei que garante o abono de risco de vida ou periculosidade aos Guardas Civis Municipais, provando que, quando o gestor quer, as coisas acontecem.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

CGM DE SÃO CAETANO PARTICIPA DE CURSO NO DENARC


 








CURSO DE CAPACITAÇÃO DE AGENTES MULTIPLICADORES NA PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS DA DIPE/DENARCAcreditando nas politicas de segurança pública, mais uma vez a GUARDA CIVIL DE SÃO CAETANO DO SUL, juntamente com a dipe/denarc, capacita os seus agentes, tendo em vista as novas drogas que estão no meio da sociedade, o curso e de grande valia pois as gcm esta a cada dia mais atuante junto a sociedade, para poder conter o avanço das drogas. Os gcm's que participam deste curso, saem aptos a dar palestras e ajudar nesse mal que ocorre em todas as cidades. O conceito de Agente Multiplicador, já vem de muito tempo sendo adotado pelo Denarc aonde capacitam as pessoas em uma troca mútua de informações sobre o tema "drogas", com uma só finalidade: ajudar as pessoas a sairem desse vício e a combater esse mal.
Um agente de segurança preparado só vem a somar em sua prestação de serviço e que ganha com isso é a sociedade, e a GCM DE SÃO CAETANO DO SUL é uma referência para todas as demais cidades
O curso ocorreu no mês de maio, o certificado do curso será entregue dia 20 de junho na cidade de Diadema, onde ocorrerá uma palestra final e celebração do curso com diversas autoridades.