quinta-feira, 23 de agosto de 2012

CADÊ O RISCO DE VIDA? É ISSO QUE PERGUNTA OS GUARDAS MUNICIPAIS DE BOM CONSELHO

    Bom amigos leitores de blog, desde o dia 09 de abril que a lei que concede a gratificação de RISCO DE VIDA aos Guardas Municipais de Bom Conselho foi aprovada, ate este exato momento não foi pago um só centavo referido ao mesmo, a pergunta é essa, QUANDO IRAM FINALMENTE PAGAR AQUILO QUE É DE DIREITO, será que mais uma fez vamos ter que se reunir em frete da prefeitura para poderem pagarem, primeiro disseram que só pagariam quando o índice da folha de pagamento da baixar, depois marcaram para o més de agosto, agora para setembro, por favor, estamos casados de esperar, só para lembra em nenhum desses momentos deixamos de realizar os nossos trabalhos, sabemos que os índices de violência em nossa cidade tem aumentado e temos ariscados nossas vidas todos os dias,  por favor cumpram com combinado, tem mais, realizem concurso para Guarda Municipal, nosso efetivo só esta dando para cobrir 60% dos prédios públicos, e agora que estamos fazendo segurança para o fórum e a promotoria, fica quase impossível trabalhar dessa forma.
AGMBC-PE CADA VEZ MAIS FORTE E UNIDA        

terça-feira, 14 de agosto de 2012

POLICIAS EM NOVO ENDEREÇO



Melhorias para a PM em Bom Conselho...
Nos próximos dias, a Policia Militar de Bom Conselho estará em nova sede, pois, o prédio que é ocupado pelas policias Civil, Militar e Bombeiros, passará por uma reforma. Bem ao lado, o anexo está sendo recuperado e será utilizado pelos PMs. A delegacia será em uma residência situada à Rua Nilton Prado (próximo ao Supermercado Luz da Economia), já o Corpo de Bombeiros, segundo informações, deverá ficar no prédio da Guarda Municipal (ao lado do Hospital Monsenhor Alfredo Dâmaso).

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Comissão aprova porte de arma para agentes de trânsito em serviço




A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado aprovou na quarta-feira (8) proposta que inclui os agentes de trânsito entre as categorias profissionais que podem portar arma de fogo em serviço.

O texto foi aprovado na forma de substitutivo do relator, deputado Francisco Araújo (PSD-RR), ao Projeto de Lei 3624/08, do ex-deputado Tadeu Filippelli.

O projeto permite o porte de arma para “funcionários integrantes dos quadros de pessoal de fiscalização dos departamentos de trânsito” (Detrans).

O substitutivo utiliza o conceito de agentes de órgãos de trânsito e explicita que a permissão atinge os profissionais que atuam nas três esferas de governo (municipal, estadual e federal), desde que seja de interesse do respetivo ente federativo.

“Essa disposição está em harmonia com o respeito à autonomia do ente federado, um dos elementos essenciais do princípio federativo, e permite que a decisão sobre a concessão de porte de arma para agentes de trânsito possa ser feita à luz de condições específicas, próprias de cada ente federado”, disse Francisco Araújo.

A permissão também fica condicionada à formação do profissional em estabelecimentos de ensino de atividade policial, à existência de mecanismos de fiscalização e de controle interno, nas condições estabelecidas em regulamento, observada a supervisão do Ministério da Justiça.

O relator afirmou também que a discussão sobre porte de arma costuma gerar confrontos emocionais, mas que seu parecer é técnico. “Acreditamos que os pontos principais para a análise da proposição devem ser a defesa da vida e da integridade física de agentes públicos, expostos a situações de risco no exercício de sua atividade profissional”, disse.

A proposta altera o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03), que autoriza o porte de arma para diversas categorias, entre elas: policiais (federais, civis, rodoviários, ferroviários, militares, bombeiros militares), integrantes das Forças Armadas, guardas municipais, guardas prisionais, auditores da Receita Federal e auditores fiscais do Trabalho.

Tramitação
A proposta, que tramita de forma conclusiva, será analisada ainda pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:
PL-3624/2008
Reportagem – Carolina Pompeu
Edição – Wilson Silveira
Imagem - Ilustrativa Google