segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Guardas municipais de São Miguel dos Campos/AL conquistam reajuste salarial recorde e porte


Centenas de guardas municipais aplaudiram o resultado
Foto: Assessoria

Centenas de guardas municipais aplaudiram o resultado
Uma assembleia realizada na manhã desta quinta-feira (09) no auditório da Prefeitura de São Miguel dos Campos entre a Prefeitura e representantes dos sindicatos municipais e estaduais dos guardas civis municipais e servidores públicos aprovou o reajuste salarial de 45% para os guardas municipais, o maior conquistado pela categoria em Alagoas.
Centenas de guardas municipais junto ao presidente e o vice do Sindicato dos Guardas Civis Municipal do Estado de Alagoas (Sindguarda - AL), Cleif Ricardo dos Santos e Carlos Pisca, ao presidente da Federação dos Trabalhadores da Administração e dos Serviços Públicos Municipais do Estado de Alagoas (Fetam - AL), Sidney Lopes e ao presidente do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de São Miguel dos Campos, Aldo Sobreira, debateram as melhorias salariais da categoria com o prefeito, George Clemente (PSB), com o vice-prefeito, Pedro Ricardo Jatobá (PSL), com o secretário municipal de Planejamento e Projetos, Claydson Moura e com o secretário municipal de Articulação Política, Jó Clemente.
Ficou estabelecido o reajuste em 20% no salário da categoria e em 25% no que corresponde ao adicional de risco de vida, com a data base de 1º de janeiro. De acordo com o presidente do Sindguarda-AL a luta por melhores salários em São Miguel conseguiu um resultado muito satisfatório.“ Tenho certeza que com essa administração podemos negociar, pois só de termos a presença do prefeito nesta assembleia mostra o compromisso da Prefeitura com a nossa luta. Não é o que estávamos pedindo, mas somando todos os benefícios fechamos um acordo muito bom para todos”, enfatizou.

Durante a reunião o prefeito adiantou outras melhorias para os guardas. “Nós iremos transferi-los para uma nova sede no Hélio Jatobá e também fechamos um convênio com a Polícia Federal para realizar um treinamento e assegurar o porte de arma para a categoria. Também inscrevemos o município no Pronasci e assim que o programa for reabilitado São Miguel dos Campos será contemplado gerando R$ 400,00 a mais no salário do guarda”, explicou.

“Nesses quatro meses a frente da Prefeitura estamos trabalhando para aumentar nossa receita e trazer melhorias para toda a população, só peço a compreensão de todos para que a gente consiga trabalhar por uma nova São Miguel”, ressaltou.

O guarda municipal, Valflides Paulo Silva, disse que há 14 anos nunca teve a oportunidade de debater melhorias para os profissionais com a Prefeitura. “Em todos esses anos nunca tivemos oportunidade de conversar com o prefeito e pedir para mudar nossa situação, agora é diferente”, observou.

De acordo com Aldo Sobreira a luta vai continuar. “Ainda iremos conversar sobre o Plano de Cargos e Carreiras (PCC), o calendário de férias e brigar por aqueles que foram demitidos injustamente na gestão anterior”, falou. Após a delimitação das reivindicações que foram determinadas, os sindicalistas foram ao setor jurídico estabelecer o compromisso com a Prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário